segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

GALINHA 'SIMONE' USA VESTIDO E TEM UNHAS PINTADAS POR MENINA CEARENSE APAIXONADA POR BICHOS



Maria Monalisa Moura cria as galinhas e pintinhos que tem em casa com o mesmo amor e dedicação que a maioria dos donos de cachorros e gatos dedicam a seus pets. “Eles gostam tanto de mim que me seguem. Se eu solto, eles me seguem”, diz a menininha, carregando no colo uma galinha de vestido 'batizada' com o nome de 'Simone'. (veja no vídeo acima)

Além de brincar e cuidar das galinhas, Monalisa, 9 anos, faz roupas e bijuterias para elas. 'Simone', ganha vestido estampado e tratamento especial da dona, que pinta as unhas da galinha de lilás.

A mãe da menina, Maria Elisiane de Freitas, conta que o amor da filha pelos bichinhos é tão grande que Monalisa já até dormiu no galinheiro. “Às vezes, ela fica muito apegada com os bichos e esquece das amiguinhas”, observa a mãe.

Por conta desse amor todo, Monalisa não precisa pensar muito quando perguntada sobre o que quer ser quando crescer: “bióloga”.


Por G1 CE

FIM DE SEMANA SANGRENTO NO CEARÁ COM 58 ASSASSINATOS. EM JANEIRO, JÁ SÃO 368 MORTOS



Cinquenta e oito pessoas foram assassinadas no Ceará em mais um fim de semana sangrento no estado. O balanço, que ainda é parcial, aponta que entre sexta-feira última (19) e o começo da madrugada desta segunda (22), foram contabilizados 23 homicídios na Capital, 17 na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e mais 16 casos no Interior (10 no Sul e 6 no Norte). Com estes registros, sobe para 368 o número de assassinatos em apenas 21 dias de janeiro de 2018.

Em Fortaleza, os 23 assassinatos ocorreram nos seguintes bairros: Sabiaguaba (3 mortos, contabilizando um duplo homicídio), Barra do Ceará, Cristo Redentor, Vila Velha, Alto da Balança, Jangurussu, Antônio Bezerra, Granja Lisboa, Siqueira, Planalto Ayrton Senna, Henrique Jorge, Alto da Balança, Vila Peri, Aerolândia, Serrinha, Conjunto Esperança (policial militar assassinado), Papicu, Praia do Futuro, Centro, José Walter e Vila União.

Na Região Metropolitana de Fortaleza, 19 homicídios ocorreram nos seguintes Municípios: Caucaia (8 casos, incluindo um duplo homicídio), Maranguape 3 casos (um duplo homicídio), Aquiraz (3), Eusébio, Chorozinho, Horizonte e Cascavel (duplo por intervenção policial).

Mortes no Sertão

No Interior Norte, seis pessoas foram assassinadas nos seguintes Municípios: São Benedito, Barroquinha, Itarema, Ipaporanga, Redenção e Ararendá.

No Interior Sul, 10 assassinatos ocorreram nos Municípios a seguir: Juazeiro do Norte (2 casos), Acopiara, Russas, Quiterianópolis, Crato, Icó, Várzea Alegre, Cedro e Jardim.

PM morto

Um sargento reformado da Polícia Militar está entre as 58 pessoas mortas no Ceará no fim de semana passado. Trata-se do primeiro agente da segurança Pública morto no estado em 2018. Tratava-se do sargento da Reserva Remunerada Petronílio Leonardo da Silva Neto, 63 anos de idade. Na tarde de sábado (20), ele foi baleado no Conjunto Esperança e morreu no hospital. Os autores do crime já estão identificados, porém, foragidos.

Múltiplos assassinatos

Três casos de duplos homicídios também foram constatados no fim de semana. O primeiro deles ocorreu  na noite de sexta-feira no Município de Maranguape. O segundo, na noite de sábado no bairro Guajiru, em Caucaia. O terceiro, na noite de domingo em Cascavel, onde dois homens morreram numa troca de tiros com policiais militares.

Mulheres assassinadas

Entre as 58 vítimas dos homicídios figuram quatro mulheres. Duas foram mortas em um apartamento no bairro Guajiru, em Caucaia, sendo identificadas como Maria Laíssa Quintino Moreira, adolescente de 14 anos: e Gleigiane Maria Lopes, 25.  Josivânia Martins foi morta, a tiros, em Aquiraz. A quarta vítima foi a adolescente Marcilene Sousa da Costa, morta a tiro no Distrito de Bitupitá, no Município de Barroquinha (a 380Km de Fortaleza), no litoral Oeste.

Cearanews7.com

BEBÊS SIAMESAS UNIDAS PELA CABEÇA SERÃO SEPARADAS NO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA USP EM RIBEIRÃO PRETO



Hospital das Clínicas da USP em Ribeirão Preto (SP) se prepara para um dos procedimentos mais audaciosos que já realizou: a separação de gêmeas siamesas unidas pela cabeça. As irmãs de Patacas, distrito de Aquiraz (CE), têm 1 ano e seis meses, e serão submetidas a quatro cirurgias ao longo de um ano.

A família foi orientada a não se pronunciar sobre o caso. O HC-RP também não informa detalhes sobre as pacientes. Chefe da equipe médica, o neurocirurgião Hélio Rubens Machado contou apenas que elas têm boa saúde e se desenvolvem de acordo com a idade.

As gêmeas estão realizando exames há um ano. Os médicos precisavam ter certeza da viabilidade da operação e, logo nos primeiros testes, foi possível constatar que os cérebros são separados, assim como as artérias, que levam o sangue do coração para a cabeça.

A partir daí, com apoio de uma equipe norte-americana, os crânios e os cérebros das siamesas foram reconstruídos em um molde tridimensional em acrílico, que contém detalhes de veias e artérias para todo o planejamento das cirurgias.

Professor de neurorradiologia da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto (FMRP), Antônio Carlos dos Santos afirmou que as gêmeas foram submetidas a ressonância magnética e até a um cateterismo, para que o sistema vascular fosse reconstruído no molde 3D.

“O óbvio é que parte do crânio é comum, parte da pele é comum, parte do couro cabeludo é comum. Agora, o cérebro, felizmente, é bem dividido, cada um tem o seu, embora estejam muito próximos e algumas partes entrelaçadas. Mas, são individualizados”, afirmou.

Complexidade
Cerca de 30 profissionais estão envolvidos no caso, entre neurocirurgiões, neurologistas, anestesistas, cirurgiões plásticos, intensivistas, enfermeiros, entre outros. Referência nesse tipo de cirurgia, o médico James Goodrich, do Montefiore Medical Center de Nova Iorque, que já realizou 20 cirurgias desse tipo com sucesso, também integra a equipe.

A primeira operação está marcada para 17 de fevereiro. Ao todo, serão feitas quatro cirurgias, com intervalo de dois meses entre elas. Em cada etapa, os médicos vão abrir uma parte diferente do crânio para separar os vasos sanguíneos que estão interligados.

“Essas veias são um entrave porque elas são capazes de passar de uma para a outra. Mas, também, os cérebros das duas estão próximos um do outro, bem rente e entremeado, e eles têm que ser separados. As três primeiras fases vão ser muito semelhantes”, explicou Machado.

Na última operação haverá a separação total das irmãs. O chefe da Divisão de Cirurgia Plástica da FMRP, Jayme Farina Junior, explicou que a última etapa será a mais complexa porque envolverá a reconstrução do crânio, uma vez que as gêmeas são unidas pelo topo da cabeça.

Farina Junior afirmou que o couro cabeludo da região occipital – em cima da nuca – será implantado na parte superior da cabeça. A área que ficará sem a pele receberá enxertos retirados de outras partes do corpo.

“A última [cirurgia] é a mais complexa, a mais demorada. Nós temos que idealizar de onde vamos tirar esses retalhos para fechamento da parte superior da cabeça. É um grande desafio, mas, ao mesmo tempo, gera um grande entusiasmo em toda a equipe”, afirmou.

Infraestrutura
Diretor do Departamento de Atenção à Saúde do Hospital das Clínicas, o médico Antônio Pazin Filho afirmou que o procedimento é estimado em US$ 2,5 milhões na rede particular nos Estados Unidos, mas será realizado no Brasil por cerca de R$ 100 mil, custeados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“É uma cirurgia que no exterior tem um custo extremamente elevado e a gente está fazendo tudo pelo SUS, coberto pela secretaria do Estado de origem, e a contrapartida muito importante das duas instituições, tanto da faculdade, que está fomentando todo o transporte para esse pessoal que vem de fora, como todo o material que a gente vai precisar”, disse.

Segundo Pazin Filho, a separação das siamesas exigirá medidas extraordinárias, como a abertura do hospital em horário diferenciado, para evitar o fluxo de pacientes e de profissionais que não compõem a equipe envolvida.

“É uma experiência que está sendo muito útil para o corpo clínico aprender a lidar com desafios novos e, um dos nossos objetivos, como hospital terciário, e como hospital de ensino, é exatamente proporcionar o desenvolvimento desses novos tipos de situação”, afirmou.


Por G1 Ribeirão e Franca

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

ESTADO INTENSIFICA FISCALIZAÇÃO DO USO DA ÁGUA NO CEARÁ - AÇUDE ORÓS, COM APENAS 5,8%

Iguatu. Nas reuniões de alocação de água dos Comitês de Bacias Hidrográficas há denúncias sobre desvio de água liberada nos leitos dos rios por produtores rurais. Mediante o quadro de longa estiagem e escassez do recurso hídrico enfrentado pelo Ceará, o governo intensificou o combate às irregularidades e em 2017 o número de ações fiscalizadoras aumentou 27,5% em relação a 2016.

Os dados são da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). A região do Jaguaribe, onde está localizado o Açude Castanhão, foi uma das áreas onde a presença dos fiscais foi mais intensa. Em comparação ao número de ações realizadas em 2016, o vale jaguaribano recebeu cerca de 300 contra 260 realizadas anteriormente.

A coordenadora do núcleo de fiscalização da Cogerh, Nice Cavalcante, explicou que o baixo nível dos reservatórios foi um dos motivos para ampliar a fiscalização no uso da água. "Diante do quadro de seca severa, nós tivemos que ser enérgicos, pois o uso prioritário é para o abastecimento humano", pontuou. "Ali na região do Jaguaribe ainda há muitas comunidades que utilizam a água direto do rio".

Ações

Ao todo, 818 ações de fiscalização foram realizadas no ano passado em todo o Estado. Em 2016, esse número chegou a 641. Só na região jaguaribana, foram lacrados 96 equipamentos irregulares, como bombas e outras estruturas. Além disso, 67 relatórios de vistoria, instrumento de controle dos recursos hídricos, foram emitidos pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

O trabalho de fiscalização é realizado em conjunto pela Cogerh, Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) e Batalhão de Polícia Ambiental (BPMA). Ele é norteado pelas premissas definidas nos Comitês de Bacia Hidrográfica do Estado. "Se detectarmos alguém utilizando a água para irrigação, quando esse uso tiver sido vetado pelo Comitê, por exemplo, nós autuamos o infrator. A água é um bem público e aquilo definido pelo Comitê deve ser cumprido", complementou Nice.

Educação

Segundo a Cogerh, a equipe de fiscalização atua de forma educativa, transmitindo informações aos comitês e promovendo campanhas de fiscalização em todo o Estado. "Durante o trabalho de campo, os agentes fiscalizadores também trabalham no sentido de educar. A Lei de Recursos Hídricos permite essa flexibilidade", pontuou Nice Cavalcante. A fiscalização é realizada com base na Lei Estadual de Recursos Hídricos.

O integrante do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Jaguaribe, Paulo Landim, é um dos que reclamam do uso irregular de água ao longo do leito do Rio Jaguaribe por produtores rurais, criadores de camarão.

"Muitas vezes, a liberação de água não atende à demanda do médio e baixo Jaguaribe porque há desvio", disse Landim. "Esperamos que as ações de fiscalização sejam intensificadas ainda mais", reforçou Landim.

O Açude Orós, localizado no Alto Jaguaribe, acumula atualmente apenas 5,8% e quem está em seu entorno luta para que não se retire toda a água.

"A Cogerh sempre alega que é preciso liberar cada vez mais para atender à demanda do médio e baixo Jaguaribe, mas sabemos que há desvio e, por isso, a água não chega ao ponto programado", reforçou Landim.


Fonte: Diário do Nordeste por Honório Barbosa

FACÇÕES DESAFIAM JUDICIÁRIO POR MEIO DE AÇÕES CRIMINOSAS

Criminosos têm desafiado o Poder Judiciário no Ceará neste início deste ano, ao promoverem três ações criminosas contra prédios do Tribunal de Justiça (TJCE), em três semanas. Pelo menos duas ações foram assumidos por facções criminosas.

Na última ação, registrada na madrugada desta quinta-feira (18), uma quadrilha arrombou o Fórum de Maranguape, amarrou o vigilante e pichou as paredes com a sigla da facção Guardiões do Estado (GDE). A Polícia Civil investiga se armas de fogo foram roubadas durante o ataque. Segundo o titular da Delegacia Metropolitana de Maranguape, delegado Francisco Braúna, era por volta de 2h quando criminosos armados cortaram o cadeado da porta da entrada do Fórum e amarraram o vigilante, que não trabalhava armado.

 O bando procurou por armas de fogo que estariam custodiadas no Fórum mas, de acordo com Braúna, existe uma grande possibilidade de os criminosos não terem encontrado, já que a própria Delegacia Metropolitana não estava enviando armas apreendidas ao Fórum do Município, a pedido do Poder Judiciário, que temia justamente ações como a que ocorreu ontem.

"Já tinha uma determinação do diretor do Fórum de não receber mais armas. Eu mesmo estava mandando para a Perícia e depois acionava o Exército para pegar e destruir. Se tiverem roubado, foram poucas armas e velhas", acredita o delegado.

A Polícia suspeita de que, além das armas, documentos e outros objetos tenham sido roubados. "Eles estavam tentando levar um cofre, que teria armas, mas foi deixado no hall de entrada do Fórum. Deve ter sido a pressa", armou Braúna.

Na saída, os criminosos picharam 'GDE' em algumas paredes do Fórum, para 'assinar' a ação ousada realizada pela facção criminosa Guardiões do Estado. A sala destinada ao Ministério Público do Ceará (MPCE) foi um dos alvos das pichações.

A Polícia Civil foi ao local e começou a investigação sobre o crime. A Polícia Militar resguardou a área até a chegada da Perícia Forense do Ceará (Pefoce). Somente com a perícia no local, a Polícia terá conhecimento real do que foi roubado. Ninguém foi preso pelo ataque criminoso até o fechamento desta matéria.

Ameaça

Em outra ação ousada promovida pelo crime organizado e direcionada ao Poder Judiciário, nesta semana, a facção Primeiro Comando da Capital (PCC) ameaçou o juiz - além do promotor e do delegado - de Senador Pompeu, a 283 km de Fortaleza, através de uma carta, e conseguiu o seu objetivo: a transferência de um comparsa que estava preso na Cadeia Pública do Município.

De acordo com o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 20, tenente-coronel José Ednardo Calixto, a carta foi arremessada para dentro do Fórum de Senador Pompeu por dois homens em uma motocicleta, na última segunda-feira (15).

A carta exigia a transferência do preso Jefferson Felipe Neres, conhecido como 'Gel', para outra unidade prisional, já que os xadrezes da Cadeia Pública de Senador Pompeu são dominados por uma facção rival ao PCC, o Comando Vermelho (CV).

"Viemos por meio dessa carta informar que nos (sic) do Primeiro Comando da Capital estamos exigindo a transferência de um irmão nosso, que está cercado pelos vermes do CV. Esse recado vai pro juiz, delegado (sic), promotor, pra fudinho (sic) que desacretirar do Primeiro Comando da Capital, somos o crime organizado, e se as nossas exigências não forem obedecidas (sic). Senador Pompeu vai pegar fogo órgão público vai ser o nosso alvo", escreveram os criminosos.

A dupla do PCC que trafegava na motocicleta atirou próximo à Cadeia Pública, na tarde da segunda. Alguns dos disparos atingiram uma residência, mas ninguém ficou ferido. Resultado: Gel foi transferido para outra Cadeia, na noite do mesmo dia.

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) informou, por nota, que estava dando todo o apoio ao magistrado ameaçado, inclusive enviando um tenente e uma equipe a Senador Pompeu para reforçar a segurança do juiz. "O TJCE, imediatamente, solicitou as devidas providências junto à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado", afirmou o órgão.

Questionado sobre a série de ações criminosas, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) informou que "as devidas providências, em relação aos acontecimentos contra os prédios do Poder Judiciário estadual, são tomadas, imediatamente, pela Comissão de Segurança Permanente do Poder Judiciário, junto à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado".

O órgão explicou que, sistematicamente, encaminha armas de fogo para destruição junto ao Exército Brasileiro, em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). "O objetivo é dar destino adequado aos armamentos apreendidos pelos órgãos de segurança pública e que estavam armazenados nos fóruns. O material é entregue pela Polícia ao 10º Depósito de Suprimentos da 10ª Região Militar".

O Tribunal de Justiça acrescentou que, somente no ano de 2017, encaminhou 1.696 armas de fogo para destruição e que, ao longo do mesmo ano, mais de 6 mil armamentos foram destruídos somente no Ceará.



Fonte: Diário do Nordeste

MOTORISTA INVADE PRAIA EM COPACABANA, ATROPELA PEDESTRES E MATA BEBÊ

Um motorista invadiu o calçadão e atropelou pedestres na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na noite desta quinta-feira (18). Um bebê de 8 meses morreu e a mãe está internada em estado grave.
Há 16 feridos, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Três deles receberam alta na madrugada desta sexta-feira (19) e treze continuam internados nos hospitais Miguel Couto e Souza Aguiar.

Quatro estão em estado grave, sendo duas crianças e um turista australiano. O homem, de 68 anos, e que não teve a identidade informada, sofreu traumatismo craniano e respira com ajuda de aparelhos.

O motorista foi detido e identificado como Antonio de Almeida Anaquim, de 41 anos. Ele foi levado para a 12ª DP, em Copacabana, e disse que perdeu o controle do carro porque "apagou" após sofrer um ataque epilético.

De acordo com o Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ), Anaquim está com a carteira de habilitação suspensa. Ele acumula 62 pontos por infrações e 14 multas nos últimos 5 anos.
O motorista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e será submetido a exame para detectar a quantidade de álcool no sangue. Segundo o produtor Leslie Leitão, da TV Globo, havia remédios para epilepsia no carro. A TV Globo apurou que Anaquim estava acompanhado de uma mulher que, segundo a polícia, confirmou em depoimento que ele sofreu um ataque epilético.

Maria Louise, a bebê que morreu no atropelamento, passeava com a mãe, Niedja da Silva Araújo, e com a avó, que mora no Recife. O pai, o motorista Darlan Rocha, foi à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Copacabana e pediu a prisão do motorista.
"Quero Justiça, que ele fique preso. Não é para ter carteira de motorista nem estar dirigindo. Ele é um assassino. Matou minha filha", afirmou.

Daris La Mar, de 40 anos, que tentou ajudar no resgate, conta que socorristas tentaram reanimar o bebê por 50 minutos: "Quando cheguei no calçadão, havia muitas pessoas feridas e, quando me aproximei da mãe e do bebê, ela apenas falava: 'Meu bebê! Cadê o meu bebê!!!'. Aí a avó me deu o bebê e falou: 'Salva o meu bebê'. A primeira viatura que parou foi a Guarda Municipal e nos trouxe aqui".

'Vi o carro voando' Uma testemunha ouvida pela TV Globo diz que viu o veículo "voando" ao entrar no calçadão da praia.

"Na hora, ouvi um estouro. Olhei e era o vulto de um carro voando, na altura de uma pessoa, depois deu um baque no chão. Pegou um senhor e foi atropelando os carrinhos da praia. Levou no mínimo umas 15 pessoas, foi varrendo."

Calçadão estava cheio

O calçadão e a ciclovia, na altura da Rua Figueiredo de Magalhães, estavam cheios no momento do atropelamento, por volta de 20h30. Testemunhas tentaram agredir o motorista após o atropelamento, mas foram impedidas pela polícia.


Uma turista argentina ouvida pela GloboNews afirmou que o carro estava em alta velocidade. "Cadeiras voaram, não percebemos que era o carro até que as pessoas começaram a abrir e aí vimos gente caída no chão. Havia um bebê machucado", disse ela. "Foi muito rápido, [o carro] veio muito rápido. Foi estranho, porque o trânsito estava lento."

Fonte: G1 

ICOENSE PATRÍCIA LEITE PARTICIPARÁ DO BBB18 DA GLOBO

‘Quem quiser ver celulite, vê. Quem não quiser, feche os olhos’ Disse Patricia.

"Autêntica, arretada e pras ‘bandas voar’”. É assim que a cearense Patrícia se define. '‘Kika”, como prefere ser chamada, tem 32 anos, é nascida em Icó e hoje mora em Fortaleza, sua cidade do coração. “Mulher de interior tem força!”, garante. E é com essa força que a sister promete conquistar o Brasil.

A autoestima é a marca da funcionária pública que trabalha para reinserir jovens na sociedade. Usando um colar com o seu nome, a cearense não esconde o amor próprio. “Eu me amo. Quem quiser ver celulite, vê. Quem não quiser, feche os olhos. Não tenho a necessidade de ser aceita. A Anitta tem celulite, meu amor, que dirá eu! Então bebê, quem não quiser ver que deite na BR! Vou ficar de biquíni fio dental, bem malandra!”

CONFIRA CURIOSIDADES SOBRE PATRÍCIA

Solteiríssima, Kika diz que não consegue engatar em um relacionamento estável, porque não encontra um match que a aceite como ela é. Mas ela não nega fogo. “Se eu gostar fico mesmo!”. Patrícia é escorpiana nata, tem seu sexy appeal muito forte e, acima de tudo, ama seu bumbum. Será que a cearense vai mostrar que é arretada debaixo do edredom?

“Claro! Se tiver uma delícia lá dentro com um papo legal e rolar uma química, é lógico! Mas seria discreta, nada de gemedeira”.

Na casa da família, as fotos modelando nos porta-retratos e uma gaveta com recortes de notícias da cearense nos jornais locais da cidade, reforçam que o sonho da fama é um desejo antigo da sister. Priscila, irmã da participante, garante que Kika carrega esse lado comunicativo desde sempre: “Ela tem um carisma surpreendente. Sempre participou de banda de música, foi radialista...” Apesar das inúmeras fotos na época de adolescente, os porta-retratos de Patrícia dividem espaço com o seu atual companheiro de quarto. David, de 11 anos, é o xodó da mãe, que correu para abrir os armários e retirar um item muito importante para a foto: a faixa de Mister Ceará Mirim 2017. “Eu sempre batalho pro meu filho ser famoso junto comigo. O menino é muito bonito! Às vezes acho que ele nem é meu!”, conta a mãe orgulhosa.

  
Quando o assunto é treta, Patrícia diz que é da paz até alguém pisar no seu calo. “Eu não dou volta para dar resposta pra ninguém, eu falo na lata. Você veio trazer, traga uma sacola pra levar”. Será que a sister vai arrumar barraco no BBB18? E se resta alguma dúvida que a cearense vai causar na casa mais vigiada do Brasil, a gente deixa o David responder: “Ela vai arranjar confusão. Não muitas, mas algumas”.

E não esqueça: o BBB18 estreia na próxima segunda-feira, 22/1.

Quer ficar por dentro de tudo sobre o programa? Siga os perfis oficiais no Facebook, Twitter e Instagram. O Gshow tem conteúdo exclusivo o tempo todo. É a #RedeBBB ainda mais conectada com você!


Fonte: gshow.globo.com 

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

CRIMINOSOS RENDEM VIGILANTE E ARROMBAM FÓRUM EM BUSCA DE ARMAS NO CEARÁ



Criminosos arrombaram o Fórum de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, em busca de armas e drogas que estavam apreendidas no local. Segundo a Polícia Civil, três homens armados renderam o vigilante e invadiram o fórum por volta das 2h desta quinta-feira (18).

A polícia disse que os suspeitos entraram no local em busca de materiais que estavam no prédio e faziam parte de processos judiciais. Eles arrombaram os armários e reviraram diversas salas do prédio. Antes de fugir, os homens picharam as siglas de uma facção criminosa nas paredes do fórum.

O Fórum de Maranguape foi isolado para realizar uma perícia para identificar o que foi levado pelos bandidos. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Maranguape.

Pelo menos dois fóruns já foram arrombados no Ceará neste ano. O outro caso aconteceu no dia 8 de janeiro, na cidade de Tianguá, na Serra da Ibiapaba. Os suspeitos levaram 15 armas e uma quantidade de entorpecente que faziam parte de processos criminais.

Juiz ameaçado
Além dos arrombamentos, a segurança de um juiz que atua na cidade de Senador Pompeu precisou ser reforçada após ameaças em uma mensagem escrita com assinatura de uma facção criminosa. Disparos também foram realizados contra o prédio.

"O Tribunal de Justiça do Ceará, imediatamente, solicitou as devidas providências junto à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, para que fossem tomadas as medidas necessárias", diz o tribunal, em nota.

Por G1 CE