segunda-feira, 25 de julho de 2016

AGRICULTOR MORRE APÓS SER PICADO POR COBRA NO CE; HOSPITAL NÃO TINHA SORO

Um agricultor de 64 anos morreu após ser picado por cobra em Ubajara, na Região da Ibiapaba, no Ceará. Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal de Ubajara, mas na unidade não havia soro antibotrópico, específico para combater o veneno da jararaca. O homem foi transferido para outra unidade em Sobral, mas não resistiu. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) informou que 250 ampolas de soro serão distribuídas na capital e no interior.

Antonio Mendes da Silva limpava um terreno perto de onde morava quando foi picado pelo animal. Ele conseguiu matar a jararaca antes de ser socorrido pela esposa e pelo genro. “Quando ele gritou, a esposa ouviu e correu, ajudou a matar a cobra e me chamou. Eu corri e quando cheguei, ele já tava passando mal e fui chamar o socorro", contou o genro.

Primeiro Antonio foi levado para o Hospital Municipal de Ubajara, mas na unidade não havia o soro. O homem foi, então, transferido para a Santa Casa de Sobral, onde morreu quase 24 horas depois. A família acredita que se o agricultor tivesse sido encaminhado para Fortaleza teria sobrevivido.
O genro da dona de casa Leoneide Pereira também foi picado por uma cobra há pouco mais de um mês, mas encontrou o soro em Tianguá.
Segundo agricultores da região, nessa época do ano aumenta o risco de ataque de cobra, já que este é o período em que elas se reproduzem.
A falta de soro para combater o veneno de cobra nos hospitais do interior do estado preocupa, principalmente quem trabalha no campo.

Soro
A Sesa reconhece a falta de soro nas unidades citadas e informou que a partir de hoje vão ser distribuídas 250 doses de soro às unidades de saúde, sendo 125 para o Centro de Assistência Toxicológica (Ceatox) no IJF, 25 para cada macrorregião: Norte, Cariri, Sertão Central, Limoeiro e Fortaleza.

A secretaria reforça que pacientes sejam encaminhados ao Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza, caso falte o soro.


Do G1 CE

TRÂNSITO VIOLENTO DEIXA SETE MORTOS EM ACIDENTES DURANTE O FIM DE SEMANA NO CEARÁ

Ao menos, sete pessoas morreram em acidentes de trânsito ocorridos no fim de semana no Ceará O caso mais grave ocorreu neste domingo (24), quando uma colisão envolvendo duas motocicletas e uma caminhonete deixou três pessoas mortas no Cariri (Sul do Estado).

O desastre aconteceu por volta de 14 horas deste domingo (24) na localidade de Sítio São Felipe, na zona rural do Município de Brejo Santo (a 515Km de Fortaleza). Conforma as informações da Polícia, duas motocicletas colidiram de frente quando uma delas tentou indevidamente ultrapassar uma caminhonete modelo D-20.  Os ocupantes das motos tiveram morte instantânea.

A identificação dos mortos não foi possível no local. Os corpos foram recolhidos pelo rabecão da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e conduzidos à sede do núcleo daquele órgão na cidade de Juazeiro do Norte.

Outros casos

Outro acidente grave ocorreu na rodovia estadual CE-282, na localidade de Cruz das Pedras, na zona rural do Município de Iguatu, no Centro-Sul do Estado (a 377Km de Fortaleza).  Um caminhão modelo Iveco de placa  OSK-9486 (CE), capotou num barranco após ter um pneu ‘estourado’ e seu guiador perder o controle da direção. Um dos ocupantes foi lançado fora do veículo e teve morte instantânea. Três feridos foram levados para o Hospital de Iguatu.

Já na CE-187, no Município de Salitre (a 557Km de Fortaleza), ocorreu um acidente fatal por volta de 16 horas de sábado último (23).  A colisão de uma motocicleta com um caminhão resultou na morte do piloto identificado como Antônio Aclécio de Sousa, 24 anos.  O garupeiro, Robson Martins de Sousa, ficou em estado grave e foi transferido para um hospital da região, na divisa do Ceará com Pernambuco.


Ceará News 7 por FERNANDO RIBEIRO

CEARÁ REGISTRA MAIS DE 120 MIL ROUBOS E FURTOS EM 12 MESES

Desde julho de 2015, quando as estatísticas de roubos e furtos voltaram a ser divulgadas no Ceará, 120.224 crimes do tipo foram registrados no Estado. Até junho deste ano, houve, em média, 328 ocorrências por dia.

É a primeira vez que a Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) reúne 12 meses de estatísticas colhidas com metodologia considerada confiável pela pasta.

Assim, é possível ter a avaliação da ocorrência desse tipo de crime ao longo de um ano.

Depois de conseguir, em 2015, a primeira redução de homicídios em mais de uma década, a atual prioridade do governo Camilo Santana (PT) é diminuir a quantidade de roubos e furtos.

Meta de 6%

Embora os dados anteriores a julho de 2015 não sejam considerados totalmente fidedignos, eles passaram a ser referência, desde o segundo trimestre deste ano, para a meta oficial de redução de roubos e furtos. O percentual esperado de diminuição caiu dos 20%, estabelecido no início do programa Em Defesa da Vida, para 6%. O índice é o mesmo escolhido para os casos de Crimes Violentos Letais Intencionais. O objetivo, contudo, ainda não foi alcançado.

Entre abril e junho deste ano, os casos de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP), que incluem todos os tipos de roubo, exceto o latrocínio (seguido de morte), aumentaram 19%. Eles subiram de 17.053 casos, no segundo trimestre de 2015 para 20.310 entre abril e junho deste ano.

Já os furtos (quando o bem é subtraído sem violência) diminuíram 5% na comparação entre os dois períodos. Caíram de 15.565 para 14.710.

Roubos em alta

Quando se observa os resultados dos últimos 12 meses, em relação ao período imediatamente anterior, o número de roubos aumentou 13,2%. Entre julho de 2015 a junho de 2016, foram 67.337 CVPs contabilizados. Entre julho de 2014 e junho de 2015, haviam sido 59.494.

Já os furtos apresentaram redução, mas ainda abaixo da meta estipulada. Caíram de 56.038 para 52.887 ocorrências, diferença de 5,6% para menos nos últimos 12 meses, em relação ao intervalo de julho de 2014 a junho de 2015.

Crimes por área

Na Capital, desde janeiro, houve aumento dos roubos em todos os meses de 2016. Em junho, o crescimento foi de 10%. A situação foi a mesma em todas as outras regiões do Estado. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a alta foi de 34%. Já nos Interiores Norte e Sul, o aumento foi de 8% e 23%, respectivamente. Na avaliação do secretário-adjunto da SSPDS, coronel Lauro Prado, o resultado decorre da crise no sistema prisional.

Isso porque, há dois meses, a SSPDS adotou a estratégia de policiar os 70 pontos com o maior índice de crimes desse tipo em Fortaleza. O plano, contudo, não foi realizado a contento em razão dos ataques a profissionais da segurança. Diante dos atentados, as equipes foram reagrupadas e passaram a atuar em duplas. Assim, houve locais menos guarnecidos, o que prejudicou a estratégia. As fugas de presos também foram apontadas como motivos.

“A crise do sistema penitenciário está impactando nas ações de segurança pública. Disso não restam dúvidas. Essa situação está demandando o emprego das Polícias Militar e Civil nas unidades, até porque esses ‘profissionais do crime’ estão se soltando”, disse Prado. Ele cita ainda o período de alta estação turística como fator para a elevação dos crimes.

Todavia, em todos os meses desse ano, os casos de furto apresentaram redução na Capital, exceto em março, quando houve alta de 2,2%. Em junho, a queda foi de 12,6%. Também houve redução no Interior Norte e Sul, de 1,7% e 4,8%, respectivamente. Na RMF, houve aumento nas ocorrências, de 7,5%.

Saiba mais

O programa “Em Defesa da Vida” começou a ser implantado em dezembro de 2013. Foi estabelecida meta de 6% para a redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais, que incluem homicídios e latrocínios. Para crimes contra o patrimônio, a meta de redução era de 20%. Adotada desde o último trimestre, foi redefinida em 6%

O programa definiu premiações trimestrais para policiais por cumprimento das metas. A gratificação varia de acordo com o cargo ocupado e com os locais em que houve redução.

As estatísticas de CVP e furtos deixaram de ser divulgadas por 16 meses, a partir de abril de 2014, quando o Sistema de Informação Policial da Polícia Civil começou a ser atualizado. A situação foi normalizada em julho de 2015. A SSPDS acredita que só a partir desde mês as variações em relação ao ano anterior serão fidedignas, apesar de já serem usadas para efeitos de meta.

Fonte: O Povo

INSEGURANÇA: FESTIVAL DE FUGAS NOS PRESÍDIOS DO CEARÁ

O último final de semana foi marcado, mais uma vez, por um “festival” de fugas no Sistema Penitenciário do Ceará. Entre a última sexta-feira (22) e a noite do domingo (24), presos escaparam de quatro unidades carcerárias, sendo três da Região Metropolitana de Fortaleza e uma no Interior. O número de detentos que fugiram não foi ainda revelado, mas pode passar de uma centena. As informações são do Blog do Fernando Ribeiro.

Ainda na sexta-feira, por volta das 13 horas, uma fuga ocorreu no Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira Dois (IPPOO 2), no Município de Itaitinga. Ao menos, 15 detentos fugiram através de um túnel escavado a partir de uma cela da Vivência de número 10.

Rapidamente, foi dado o alerta da descoberta da fuga e a Polícia Militar entrou em ação. Ainda no entorno do presídio, policiais do Batalhão Raio conseguiram prender seis dos 15 foragidos, que foram levados de volta à unidade penal.

Já no sábado (23), uma fuga ocorreu na Casa de Privação provisória da Liberdade Três (CPPL 3), localizada no Complexo Penitenciário de Itaitinga, na RMF. O número de foragidos não foi informado pela Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus).

No domingo (24), a situação se repetiu na CPPL 2, onde, segundo informações ainda não confirmadas, teriam escapado dali cerca de uma centena de detentos.

A quarta fuga aconteceu no Interior. Seis detentos fugiram da Cadeia Pública da cidade de Camocim, no Litoral Oeste do Ceará, distante 676 quilômetros de Juazeiro do Nortre. Na sexta-feira (22), por volta de 13h, os presos aproveitaram o momento em que estavam liberados das celas e foram até os fundos da cadeia e saltaram o muro.

Os foragidos foram identificados como: Joílson Araújo dos Santos, Anderson de Sousa, Fábio Alves de Carvalho, vulgo “Fábio Pezão”; Davi Alexandre Fonteles, Samuel Monteiros do Nascimento e Antônio Michael Ferreira.  Foi a segunda fuga na cadeia de Camocim neste mês. A penúltima aconteceu no último dia 18.  Anderson de Sousa, que havia escapado na primeira fuga e havia sido recapturado pela Polícia Militar, voltou a escapar na sexta-feira passada.



MISÉRIA

ACIDENTE DEIXA SALDO DE TRÊS PESSOAS MORTAS NA ESTRADA DO SÃO FELIPE EM BREJO SANTO

Uma suposta ultrapassagem indevida resultou num acidente de trânsito e o saldo de três pessoas mortas por volta das 17h30min deste domingo na estrada de acesso ao Sitio São Felipe na zona rural de Brejo Santo. No local morreram Francisco de Assis do Nascimento, de 52, o vigilante da prefeitura Jocel Leandro do Carmo, de 42, e sua esposa Cícera Maria da Silva, de 40 anos, os quais residiam em Brejo Santo.

Francisco pilotava uma moto Honda CG 150 Fan ESDI de cor preta e placa ORW-3270, inscrição do Ceará, o qual, segundo testemunhas, tentou ultrapassar uma caminhonete D-20 Custom de cor marrom e placas BPX-8658 dirigida por Cicero Mendes de Lucena, de 35 anos, residente em Brejo Santo, quando bateu na moto que vinha em sentido contrário.

Esta era uma Honda CG 125 Fan KS de cor vermelha e placa NQV-0539 pilotada por Jocel que levava na garupa sua esposa Cícera Maria. Os três ocupantes das motos não resistiram à gravidade dos ferimentos e morreram no local. Já o motorista da caminhonete deixou o local do acidente e se apresentou espontaneamente na delegacia local. Militares do Policiamento Ostensivo Geral (POG) da Companhia de Brejo Santo estiveram no local e acionaram a Perícia Forense.


MISÉRIA

DOIS SUSPEITOS MORRERAM: POLÍCIA INVESTIGA ASSALTO EM FRENTE A ESCRITÓRIO DE WESLEY SAFADÃO EM FORTALEZA

A Polícia Civil do Ceará investiga a morte de dois homens em uma tentativa de assalto em frente ao escritório do cantor Wesley Safadão, em Fortaleza. O incidente ocorreu na noite de sexta (22), no bairro Serrinha.

Segundo o 5º Distrito Policial, que investiga o caso, os dois suspeitos estavam em uma moto e abordaram um amigo do cantor que deixava o prédio falando ao celular. A dupla foi surpreendida por um segurança que estava numa guarita.

O condutor da moto, segundo a polícia, morreu no local. O outro tentou fugir, mas, também atingido, acabou não resistindo aos ferimentos. Nem os suspeitos nem o amigo de Wesley foram identificados. Os policiais de plantão não souberam confirmar se se tratou de uma tentativa de assalto ao escritório ou só ao amigo do cantor.

A assessoria de imprensa do forrozeiro não foi localizada ainda para comentar o caso. A Polícia Civil do Ceará deve se pronunciar nesta segunda (25) sobre a investigação.

Um dos principais fenômenos da música brasileira recente, Wesley Safadão se prepara para uma turnê pela Europa no ano que vem. Na sexta, ele se apresentou no Fortal, a micareta da capital cearense, no bloco Vai, Safadão!, ao lado de convidados com o MC Gui e Ronaldinho Gaúcho.


Fonte: UOL