domingo, 23 de novembro de 2014

CANTOS E ENCANTOS DO MEU ORÓS NESTE DOMINGO 23 DE NOVEMBRO DE 2014




















As imagens pode ser copiadas desde que não sejam feitas edições para retirar as logo marcas, obrigado.

MORRE O POETA E PERSONAGEM CEARENSE SEU LUNGA

Joaquim dos Santos Rodrigues, conhecido como "Seu Lunga", morreu às 9h30 da manhã deste sábado, 22, na cidade de Barbalha, no Interior do Ceará. Seu Lunga foi internado na última quarta-feira, 19, por complicações no sistema digestivo. O quadro piorou na sexta-feira, levando ao falecimento do poeta.
Seu Lunga tinha 87 anos e estava internado no Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, onde tratava de um câncer de esôfago. De acordo com Demontier Tenório, primo em segundo grau do sucateiro, há cerca de seis meses ele foi submetido a uma cirurgia no esôfago, mas se recuperava bem.

A missa de corpo presente deverá acontecer às 15h deste sábado, na Capela do Socorro, no Juazeiro do Norte. A sepultação deve acontecer no Cemitério do Socorro. Seu Lunga era um poeta, vendedor de sucata e repentista do Juazeiro do Norte, que ganhou notoriedade pelo seu temperamento forte, tornando-se um personagem do folclore nordestino. Seu apelido veio de uma vizinha que lhe chamava de Calunga, devido a sua loja. Com os passar dos anos ficou apenas Lunga.
Biografia

 Nascido em 18 de agosto de 1927 no município de Caririaçu, Joaquim dos Santos Rodrigues passou a infância com os pais e sete irmãos no município de Assaré. Voltou a Juazeiro do Norte aos 20 anos, em 1947, onde casou-se e teve 13 filhos - três homens e 10 mulheres.  Em entrevista às Páginas Azuis, do O POVO, em novembro de 2009, seu Lunga, como é conhecido desde “menino novo”, fez questão de negar a autoria das piadas grosseiras atribuídas a ele. Os cordelistas eram o principal alvo da mágoa de seu Lunga. “Eles ficam falando da minha pessoa, dizendo o que eu não sou”, lamenta.  Durante a conversa com a reportagem, seu Joaquim falou sobre sua devoção a Padre Cícero, distribuiu sorrisos e até recitou poesias. “Nenhuma dessas histórias (contadas nos cordéis) é verdade. É tudo inventado”, se queixou seu Lunga, na época.
 Indenização
 Em 2011, a Justiça acatou uma ação movida por Seu Lunga, proibindo um cordelista do Juazeiro do Norte, Abraão Bezerra Batista, de utilizar a expressão "seu Lunga" em suas publicações. O descumprimento da determinação  implicaria no pagamento de uma multa diária de R$ 1.000. O cordelista, na ocasião, havia escrito dois volumes intitulados ''As Histórias de seu Lunga, o Homem mais Zangado do Mundo''.
 Joaquim Santos Rodrigues entrou com o pedido de liminar na Justiça por considerar que os cordéis publicados por Abraão contribuíram para consolidar a imagem negativa de “grosseirão dotado de incomum rudez”, conforme os autos do processo.
 Piadas atribuídas a seu Lunga
- Seu Lunga estava em sua casa, com sede. E manda seu sobrinho lhe trazer um pouco de leite. Daí o pobre do garoto pergunta: “No copo?” “Não. Bota no chão e vem empurrando com o rodo”.
- Seu Lunga estava no mercado com uma caixa de ovos. Daí perguntaram a ele: “Comprando ovos seu Lunga?” E ele responde: “Não, jogando um por um no chão. É traque de massa”. E joga os ovos no chão.
- Seu Lunga estava passeando na calçada com o cachorrinho. E lhe perguntam: “passeando com o cachorrinho, seu Lunga?” E Seu Lunga respondeu. “Não. É meu passarinho”, pegando o pobre poodle pela coleira e o fazendo voar. 

- Seu Lunga vai saindo da farmácia, quando alguém pergunta: “Tá doente, seu Lunga”? E ele responde: “Quer dizer que se eu fosse saindo do cemitério eu tava morto?”
- O funcionário do banco veio avisar: “Seu Lunga, a promissória venceu”. E ele respondeu: “Meu filho, pra mim podia ter perdido ou empatado. Não torço por nenhuma promissória”.  Um rapaz entrou em sua loja e disse: “Seu Lunga, tem pregos tamanho pequeno?”. E ele respondeu: “Tá aí no meio”, aponta para a caixa. E o rapaz procura, procura e não acha. Seu lunga resolve procurar e acha o prego tamanho pequeno. E o rapaz diz: “Obrigado”. E ele responde: “Nada disso. Agora você vai ter que procurar”, e devolve o prego à caixa.
Redação O POVO Online com informações de Amaury Alencar

SITE MISÉRIA FALA COM SEU LUNGA
  
Última entrevista de Seu Lunga ao Site Miséria.

sábado, 22 de novembro de 2014

QUADRILHA ATACA AGÊNCIA DOS CORREIOS NO CENTRO DE FORTALEZA E FAZ REFÉNS

Quatro homens armados atacaram a agência dos Correios localizada na esquina das avenidas Duque de Caxias e Tristão Gonçalves, no Centro de Fortaleza, no fim da tarde de ontem. Eles fizeram duas mulheres de reféns e efetuaram disparos contra a Polícia. Um comerciante foi atingido por um dos tiros.

A ação aconteceu, de acordo com a Polícia, por volta das 16h30 de ontem. Segundo o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 1, coronel PM Francisco Souto, os quatro homens chegaram na agência e renderam o segurança.

"Eles tomaram a arma do funcionário e exigiram o dinheiro dos caixas. Enquanto a gerente tirava o dinheiro, fomos acionados", disse o coronel.

Com o roubo ainda em andamento, a patrulha 5571 da 1ª Cia do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), composta pelo sargento Themio e os soldados Iharly e De Paula, chegou ao local. Com a presença policial, os assaltantes decidiram fazer reféns.

"Os criminosos nos viram e, quando saíram da agência, já traziam duas mulheres como reféns", relembrou o sargento.

O vigilante, então, entrou em luta corporal e conseguiu deter um dos homens, identificado como Mário Pinheiro da Silva, natural de São Luís, no Maranhão. Com ele, foi apreendida uma pistola calibre ponto 40.

"O vigilante apresentava lesões no rosto, oriundas da luta que teve contra o suspeito", disse o policial, exaltando a coragem do segurança.

Fuga

Enquanto Mário e o vigilante da agência duelavam, os outros três integrantes do grupo criminoso fugiram em um Honda City de cor prata e placas HXG-4631. Segundo o delegado titular do 34º DP (Centro), Romério Almeida, o veículo é roubado.

Para trás, os criminosos deixaram uma mochila contendo três munições intactas de calibre ponto 40, dentro da agência dos Correios. O dinheiro exigido e retirados dos caixas da agência dos Correios também não foi levado pelos membros do grupo .

Na fuga, o trio ainda efetuou disparos em plena Avenida Tristão Gonçalves. Uma escola foi atingida e ostentava as marcas dos projéteis na fachada.

Um comerciante, que fechava as portas do estabelecimento comercial em que trabalha na avenida durante o assalto, foi atingido por um dos tiros no quadril. Segundo a Polícia, Elias Amaro Sabóia, 30, foi socorrido e não corre risco de morrer.

"Como os assaltantes levavam duas reféns, e fugiram em uma avenida extremamente movimentada do Centro da cidade, nós não respondemos aos disparos, temendo pela integridade física das mulheres, que passaram a ser nossa prioridade", explicou o sargento Themio, que atendeu à ocorrência.

Foi solicitado apoio de patrulhas do Batalhão de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e de aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) para acompanhar a perseguição ao veículo utilizado pelos assaltantes. O carro foi abandonado na rua Soares Bulcão, bairro Monte Castelo, já próximo à sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Dentro do veículo, foi encontrada a arma tomada do segurança da agência, além de munição.

As duas reféns foram deixadas em um posto de combustíveis na Avenida Bezerra de Menezes. Elas não sofreram ferimentos, segundo a Polícia.

Interestadual

Com Mário Pinheiro preso, a ocorrência foi encaminhada ao 34º DP. Junto com o homem, o veículo abandonado, o revólver, a pistola e as munições encontradas também foram levados. Policiais descobriram que o grupo havia se reunido em uma residência na Avenida Osório de Paiva para orquestrar a ação.

A quadrilha, segundo os investigadores, é composta por outro maranhense, identificado como Valmir Sousa, o 'Gordo', além do paraense identificado apenas como 'Pikachu'; e de um potiguar, conhecido como 'Vovô'. Este último, segundo o coronel F. Souto, teria sido apontado como autor do roubo do veículo usado pelo grupo na ação. Até o fechamento desta edição, os outros três integrantes da quadrilha interestadual ainda estavam foragidos. Diligências eram realizadas pela Polícia para encontrá-los.


Diário do Nordeste - Levi de Freitas Repórter

CURTA METRAGEM "DEPOIS DA SECA A FARTURA" EM ORÓS


Curta Metragem feito pelos alunos da Escola de Ensino Médio Epitácio Pessoa do Município de Orós - CE. Premiado na Feira de Arte e Cultura de Iguatu... Gravações no Sitio Rochêdo e no Municipio de Orós - CE

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

VIGIA É ASSALTADO E ESPANCADO EM ORÓS

(Orós - 19:00hrs) A redação do Portal Orós foi informada a poucos instantes que Zé Ambrósio que trabalha como vigia em uma das torres do cruzeiro de Orós foi assaltado e espancado agora noite quando ia para o trabalho.

De acordo com Fátima Silva cunhada da vítima, Zé Ambrósio foi abordado por dois indivíduos que exigiram a arma dele, quando o vigia disse que não trabalhava armado foi covardemente agredido com coronhadas na cabeça e eles ainda tentaram atirar contra Zé Ambrósio mais por providência divina a arma não disparou como se diz bateu catolé.

Os assaltantes levaram do vigia Zé Ambrósio celular e outros pertences, ele conseguiu pedir socorro e foi levado ao hospital Luzia Teodoro da Costa onde foi atendido devido as agressões teve de levar alguns pontos na cabeça, mais graças a DEUS passa bem e está em casa.

Essa não é a primeira vez que meu amigo Zé Ambrósio sofre esse tipo de agressão ao ir trabalhar, um cidadão não pode nem mais sair tranquilo para seu trabalho?

A que ponto chegamos meu Orós?  Insegurança de sobra e providências de menos.


Josemberg Vieira (Portal Orós)

FUNCEME REGISTRA CHUVAS EM 57 MUNICÍPIOS CEARENSES

Fortaleza. Conforme havia previsto a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) continuou a chover no dia de ontem na região Centro-Sul do Estado. As precipitações foram registradas em 57 municípios, de acordo com o levantamento publicado no seu site às 12h55. A maior chuva aconteceu em Aurora, com 101 mm; em Assaré, 64; Lavras da Mangabeira, 60. Já em Juazeiro do Norte, 41 mm.

A Funceme explicou que as chuvas foram ocasionadas pelo fato de as áreas de instabilidade atmosférica terem continuado a atuar no setor norte do Nordeste brasileiro em virtude da presença do sistema Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) - banda persistente de nebulosidade orientada no sentido noroeste-sudeste. Por isso, o Ceará apresentou céu com nebulosidade variável no Sul. Nas demais regiões cearenses, o céu permaneceu parcialmente nublado e claro ao longo do dia.

A previsão da Funceme para hoje é de um dia sem chuvas. "As condições atmosféricas deverão ficar desfavoráveis à ocorrência de precipitações no setor norte do Nordeste brasileiro. Com isso, o Estado deve apresentar céu com poucas nuvens, ao longo do dia, em todas as regiões cearenses", aponta a Funceme.

A passagem da ZCAS trouxe um alento para o sertanejo. Entretanto, o meteorologista da Funceme Leandro Valente ressalta que "as precipitações que estão ocorrendo nesse momento não são um indicativo da qualidade da quadra chuvosa de 2015". A partir da segunda quinzena de dezembro é que a Fundação começa a traçar o quadro em relação ao próximo ano.


Diário do Nordeste - Foto: Roberto Crispim

VOLUME DOS AÇUDES DO CEARÁ CHEGA A 23,2%

Iguatu. Nesta semana, ao mesmo tempo, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, em parceria com municípios cearenses, oferece curso de capacitação de agentes de proteção e Defesa Civil com foco em desastres naturais e tecnológicos, em Canindé; e Juazeiro do Norte sedia o Seminário Internacional "Convivência com o Semiárido: desafios e possibilidades no âmbito das ações para o combate à desertificação".

Enquanto isso, dos 149 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), apenas um mantém o nível acima de 90% (Gavião, em Pacatuba, reabastecido pelo Eixão das Águas, no Sistema Jaguaribe).

Os demais estão secando e 122 registram nível inferior a 30%. O volume médio acumulado atualmente é 23,2%. A preocupação é com a próxima quadra chuvosa. Caso não ocorram precipitações suficientes para a recarga dos reservatórios em 2015, o Estado enfrentará agravamento da crise hídrica.

O ano de 2014 se aproxima do fim e assinala o terceiro período seguido de seca e sem recarga dos principais reservatórios. Nas regiões mais críticas, nas Bacias dos Sertões de Crateús e do Curu, a estiagem já perdura por cinco anos.

Esperança

O diretor de Operações da Cogerh, Ricardo Adeodato, mostra preocupação com quadro atual, mas, ao mesmo tempo, acredita que haverá elevada pluviometria no próximo ano. "Já começou a chover e temos fé de que a situação atual vai melhorar", frisou. "Esperamos que a população faça uso racional da água, economize, assim como a indústria e a agricultura". Ele lamentou desperdício de água pelos moradores e setores produtivos.

O governo do Estado adotou estratégias para enfrentar o quadro atual de risco de desabastecimento em alguns municípios. O conjunto de ações inclui instalação de adutoras de montagem rápida, com transferência de água entre bacias; negociação com produtores rurais de perímetros irrigados para redução de oferta de água; perfuração de poços profundos e distribuição de água por carro-pipa para comunidades isoladas.

"A prioridade é para o consumo humano e, se não chover, teremos novas negociações com os perímetros irrigados", anunciou Adeodato. "A situação do Castanhão (o maior reservatório do Estado, que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza e está com 28%) nos preocupa, mas temos o Açude Orós, que se mantém como estratégia, e acumula 51% da capacidade".

Para 2015, mesmo com permanência de chuvas abaixo da média, Ricardo Adeodato avalia que as reservas no Sistema Jaguaribe são suficientes para enfrentar o ano. A situação mais crítica são as bacias dos Sertões de Crateús, cujo volume acumulado é 1% da capacidade, e do Curu (3% da capacidade).

O governo do Estado está investindo R$ 150 milhões em nove adutoras, numa extensão total de 420km. Entretanto, é preciso que os açudes que vão abastecer cidades distantes mantenham nível suficiente para a demanda de dois ou três centros urbanos.

Um exemplo é a adutora para Canindé/Caridade, que está com 90% dos serviços concluídos. A obra, de 54 km de extensão, tem custo de R$ 21 e vai beneficiar os municípios de General Sampaio, Paramoti, Caridade e Canindé a partir da transferência de água do Açude General Sampaio, na Bacia do Curu. Uma população estimada em 58 mil habitantes será atendida. Entretanto, o açude General Sampaio só tem apenas 3,3 da capacidade.

Mais crítica

A situação mais crítica é na região do Sertão de Crateús. O Açude Carnaubal é a principal fonte de abastecimento da cidade, e atualmente, está com volume 0,06% da sua capacidade, isto é, volume morto. Já a Barragem do Batalhão está com 34,7% de sua capacidade, mas, por ser de pequeno volume, seca até o fim do ano. Há um mês acumulava 45%. O Açude Sucesso, em Tamboril, na região, já secou.

Uma adutora está prevista para reforçar o abastecimento da região, saindo do Açude Araras, em Varjota, e atendendo às cidades de Crateús e de Nova Russas, a 150 km de distância. A previsão inicial do governo para entrega é no próximo mês de dezembro. O Açude Araras está também com reduzido volume: 11,8%, segundo dados da Cogerh, mas seria suficiente para atender à demanda em 2015.

Mais informações:
Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh)
Fortaleza
Fone: (85) 3218. 7024
Site: www.portal.cogerh.com.br


Diário do Nordeste: Honório Barbosa - Colaborador