quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

ABSURDO: POLÍCIA OPTA POR OMITIR NOME DO MOTORISTA DE BMW QUE MATOU HOMEM E ATIROU EM TESTEMUNHA

A polícia já identificou o motorista de BMW que arrastou um motociclista por 60 metros e fugiu a pé atirando em testemunhas. Porém, até o momento, opta por não divulgar o nome do suspeito.

O fato aconteceu na noite do último domingo (19), no quilômetro 406 da BR-020, em Caucaia, na Região Metropolitana.

“Diligências estão sendo desenvolvidas por equipes da delegacia, no intuito de elucidar o caso. Detalhes do trabalho policial não podem ser repassados para não comprometer as investigações”, justifica em nota da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Conforme apurado pelo programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, o motorista do carro arrastou a motocicleta onde estava a vítima, identificado como Raimundo Nonato, que era segurança de posto de combustível, por cerca de 60 metros.

Após colidir na traseira de uma motocicleta de modelo Honda e, em seguida, em um carro modelo Hilux, o motorista o motorista do veículo de modelo BMW fugiu a pé do local. Algumas testemunhas foram atrás do homem, mas ele estava armado e efetuou disparos para evitar que fosse perseguido. O condutor da motocicleta Honda, identificado como Antônio Raimundo Cunha de Castro, de 46 anos, morreu no local.

A reportagem do Barra Pesada esteve novamente no local do acidente. O condutor da BMW se apresentou ao 7° Distrito Policial espontaneamente para contar sua versão do fato.

Um inspetor da Polícia Civil, que preferiu não se identificar, relata que voltou até o local do acidente a pedido do proprietário do posto de gasolina, porque circulavam pelas proximidades pessoas que pareciam estar procurando algo, supostamente a arma utilizada pelo motorista.

“O proprietário do posto disse que ele havia jogado o revólver mais próximo de onde ocorreu o fato; mas, em conversa mais recente, ele não confirmou se esse revólver foi realmente jogado lá. Era noite, estava escuro, então ele deixou as duas armas aqui no mato”, relata o inspetor.

Veja a reportagem completa:


Fonte: Tribuna do Ceará - Barra Pesada 

Nenhum comentário:

Postar um comentário